Copa de 1982

Copa de 1982
Lembranças da Copa do Mundo de 1982: veja o artigo que escrevi sobre o melhor mundial de todos os tempos

terça-feira, 30 de março de 2021

Vem aí o campeonato mais antigo de Botões para Sempre: Série A Brasileiro de Oficiais

Tabela da Série A - 2021
Pela primeira vez na história, 04 times cearenses disputarão o principal campeonato brasileiro de Botões para Sempre.
A curiosidade destes torneios solitários é relembrar os campeonatos nacionais em plena década de 70, quando tínhamos em disputa mais de 90 clubes de todas as regiões do país. Aqui time do interior como a Caldense/MG já faturou dois canecos.
Os times grandes como Flamengo e Botafogo, que juntos detêm a maior parte dos títulos de Botões para Sempre, sofrem com a presença de clubes pitorescos como o Piauí, o querido “Enxuga-Rato” do Nordeste, o Central de Caruaru, o Esportivo de Bento Gonçalves, entre outros. Nesta temporada teremos dois clubes extintos que subiram da série B: CEUB/DF e União Bandeirante/PR.
O CEUB é uma das maiores pérolas que foram produzidas pela fábrica Brianezi em 1973, quando foi o primeiro time candango a participar de um Campeonato nacional.
 
Campeonato Brasileiro da 1ª divisão 2021
Grupo A
Calouros (CE)
Juventus (SP)
São Paulo (SP)
Confiança (SE)
Grupo B
Ponte Preta (SP)
Fortaleza (CE)
Olaria (RJ)
Botafogo (RJ)
Grupo C
Vasco (RJ)
Corinthians (SP)
Atlético (PR)
Cruzeiro (MG)
Grupo D
Caldense (MG)
Piauí (PI)
Ferroviário (CE)
Portuguesa (SP)
Grupo E
Santos (SP)
Coritiba (PR)
Central (PE)
Fluminense (RJ)
Grupo F
Flamengo (RJ)
Grêmio (RS)
Remo (PA)
Sport (PE)
Grupo G
Inter (RS)
Ceará (CE)
União Bandeirante (PR)
Noroeste (SP)
Grupo H
Esportivo (RS)
Palmeiras (SP)
Atlético (MG)
CEUB (DF)

Corinthians 1977 Gulliver Carinhas pela terceira vez é campeão

 Na final do Maracanã, o time paulista bateu os mineiros do Galo por 3 a 0. De quebra teve Palhinha como o melhor jogador do certame.

A campanha

Primeira fase

Vasco 1 x 2 Corinthians

Corinthians 2 x 1 Flamengo

Corinthians 3 x 0 Portuguesa

Oitavas

Corinthians 1 x 1 Vitória 

Pro: 2 x 0

Quartas

Santos 0 x 2 Corinthians

Semi

Palmeiras 0 x 2 Corinthians

Final

Atlético 0 x 3 Corinthians

quinta-feira, 18 de março de 2021

Roma com escudo da Loba 1987 - Brianezi com números de autorama

 Raríssimo time semi-flexível. Que maravilha!  Mas quem coleciona Brianezi, a maior parte, odeia 'duro', só gosta de 'mole'...

A cabeça de tais colecionadores não funciona, isto é, o cérebro é de pomba.

Melhor pra mim...

Não sabem a raridade que perdem....Números que o concorrente de época, Biscasse, fazia nos Crak´s.



Exemplar mole...que os antas dão preferência.




América de Minas - duas variantes originais flexíveis 1977 - Brianezi

 A primeira delas veio 'politrizada' lá de Osasco, passando na mão de 3 pessoas, ou mais, aliás esta mania de polir coisa antiga, não cola comigo, o segundo time, no lado direito, é o que vai à mesa. O primeiro se algum cara que chora por ele, faço por 1.500,00 e pego o goleiro pra mim, como sempre me fizeram, afanam os goleiros seus tratantes.



Seleção Brasileira nas Eliminatórias para a Copa 1978 - Gulliver duas variantes originais

 Carinhas Originais, em acrílico e casquinhas de ovo. Agradecimento ao amigo e colaborador do blog, José Oliveira.


Uma pena que o Falcão a Gulliver não produziu, jogo contra o Paraguai em 77.

quarta-feira, 10 de março de 2021

Raridades Gulliver fim dos 70´s e Canindé

 

3 Tamanhos

Ceará e Náutico Canindé
Casquinhas de ovo Gulliver primeira geração
Guarani maleável e transparente

Variantes da Gulliver Carinhas 1977. Coleção já completa desde 2019.

 

O Vitória/BA, o mais complicado do Nordeste de aparecer, será doado a um amigo.

Enfim, Santos Onze de Ouro. Necessito apenas de uns avulsos do Flamengo para completar a coleção

 

Santos completo

Corinthians completo (falta goleiro)

Palmeiras completo

Portuguesa completo (falta goleiro)

SPFC completo

Botafogo completo

Vasco completo

Fluminense completo

America completo (falta goleiro)

Flamengo (apenas uns avulsos para completar)

Seleção 1962 completíssima

Lote marcante em 10 anos de coleção

Agradeço imensamente uma senhora do Estado de SP que me possibilitou a ter este lote.

Diria, um dos mais fantásticos de Botões para Sempre. Vamos destrinchar as raridades.


Sportec raridades 1980´s

Modelo meia-lua da Copa de 1982, Paraguai.

Modelo Camisas de 1984, Argentina. 



Atlético/MG na caixa by antigos Crak´s Guilherme Biscasse 1986

 Uma das últimas produções de um dos maiores botonistas brasileiros. A caixa preta ainda permanecia, junto com a ref. 45mm, símbolo na lateral, além de goleiro com escudo e número.


domingo, 31 de janeiro de 2021

Brianezi 1978 - raro CBD '3 faixas' flexíveis em 45mm

Mais um antigo Brianezi voltando...

Seleção CBD 3 faixas.
Flexíveis celulóides importados, em perfeita conservação desde 1978, segundo o antigo dono.
Há uns anos perdi este mesmo modelo em uma troca que envolveu um conjunto do River Plate.
Passaram-se 3 anos e volta igualzinho, apenas o tamanho e ainda mais raro! ou seja, 45mm, sem empenados, igual o que tinha anterior em 42mm.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Meus campeonatos - Máster 'carinhas' 2021

Primeiro campeonato brasileiro de 2021 em andamento:

"Carinhas" Máster.
Como de costume Botões para Sempre escolhe um time feito pelo saudoso amigo Ale di Caprio, que desta vez, é o Fortaleza de 1973 para se juntar com os Gulliver originais e o Ameriquinha original Onze de Ouro.
24 equipes com rostos de jogadores lutam por mais um título. Lembrando que Internacional (casquinha de ovo) e Santos (acrílico) ambos de 1977, Gulliver, são os maiores recordistas em canecos desde 1982.
Grupo A
Grêmio (RS)
Bahia (BA)
Fortaleza (CE)
SPFC (SP)
Grupo B
Sport (PE)
Inter (RS)
Cruzeiro (MG)
Palmeiras (SP)
Grupo C
Santos (SP)
Mickey (SP)
Guarani (SP)
Botafogo (RJ)
Grupo D
Coritiba (PR)
Ponte Preta (SP)
Fluminense (RJ)
Metralhas (SP)
Grupo E
Flamengo (RJ)
Portuguesa (SP)
Vasco (RJ)
Corinthians (SP)
Grupo F
Atlético (MG)
Vitória (BA)
Santa Cruz (PE)
America (RJ)

Volta do Bayern 'duas faixas' da Brianezi de cor cara após 08 anos

Mais um voltando... Bayern de Munique original duas faixas, Brianezi, fins dos 70´s, variante complicada de aparecer.

Uma breve história e uma homenagem 'sarcástica' ao ex-colecionador.
Corria 2013. Fiz uma troca envolvendo a Brianezi, a marca que disparadamente existem mais colecionadores 'não confiáveis' neste mercado nojento.
Na época, precisei implorar para conseguir um time da Sérvia. Vamos ao relato: minha oferta era uma Sampdoria da última geração da Brianezi + 6 jogadores do Bayern/ALE a um torcedor deste time alemão, que colecionava na época. Acabei ganhando e esperando 1 mês para se encontrar, em época tranquila, imagine se fosse hj, o conjunto dos anos 90 do Estrela Vermelha de Belgrado.
Porém esses 06 atletas que eu perdi na troca foram comprados pelo meu pai lá pro fim dos 70´s. Como estava incompleto, resolvi arriscar nesta troca.
Passaram-se 08 anos. Diria que sempre me lembrava desses 06 atletas de uma variante de cor diferente, pois 90% deste time alemão aí, fizeram em cor branca.
Como sempre dizia minha avó, aqui se faz, aqui se paga.
Voltaram após estes 08 anos, os 06 atletas (com numeração um pouco diferente da que tinha), claro, seria muito 'rabo' ter a mesma escalação em seis jogadores. Só que esses voltaram em melhor estado que o outro que tinha, de infância.
Estado perfeito, feitos em fins dos 70´s, conservação excelente.
Não sei qual fim levaram os meus seis jogadores. Me disseram que foram a venda naquele mesmo mês de 2013. Enfim, a pessoa que a possui, guarde bem os meus seis, que um deles estava quebrado, ou seja, voltou na mesma TOADA em unidades e em melhor estado. Para quem tiver os 04 faltantes aí, podem oferecer que eu pago mais 300 pau em incompleto mesmo. Com apenas 04 que me faltam.
Ao alemão (que era colecionador), será que nunca foi? sei lá , não importa, ou seja o sr. vendeu os meus seis jogadores...
 
Oito anos se passaram, agora eu jogo na tua cara e posso dizer que o seu time sérvio hoje veio de graça, pois recuperei tudo.
Na foto os dois times duas faixas dos anos 70. E na última imagem, os meus antigos vermelhos com faixas azuis (06 com um quebrado) que se perderam em 2013.


 

Raridades que voltam desde a infância - Pinheiros/PR - terceira geração - 1989 - Brianezi

 Há anos sem achar um dos laterais, eis que surge o time completo e estado perfeito de conservação. O de modelo 'duas faixas' ainda me falta o #2.


quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

Umuarama/PR: extinto clube feito pela Brianezi no fim dos anos 70 - Original 'duas faixas' - celulóides importados

 Época de ouro do 'Tigrão da Baixada' foi lembrada pela fábrica Brianezi em 1977

Com a conquista fantástica desta raridade feita pela Brianezi no final dos anos 70, Botões para Sempre presta uma homenagem aos torcedores e jogadores ilustres que vestiram a camisa do ‘Tigrão da Baixada’.


Agremiação saudosa fundada em 1971. Uma das principais conquistas foi o vice Campeonato Paranaense da Série B de 1986. Em 1974, o clube venceu o Flamengo de Zico por 1 a 0 em amistoso.

Zico, Rondinelli, Doval e companhia não conseguiram evitar a vitória do Umuarama Futebol Clube no amistoso realizado no estádio Lucio Pipino em 18 de abril de 1974. O 1 a 0 sobre o badalado Flamengo é apenas uma das diversas façanhas protagonizadas pelo futebol profissional da Capital da Amizade, que deu seu último suspiro na década de 1990, deixando órfã uma legião de admiradores.

Embora o Umuarama não tenha conquistado títulos de expressão (o vice-campeonato paranaense da segunda divisão de 1986 configura a melhor performance em um torneio), várias formações são inesquecíveis e merecem registro, a fim de que não caiam no esquecimento.

Para muita gente, a condição de cidade polo permitiria conciliar duas paixões: o futebol e o futsal. Mas o retorno do 'Tigrão' depende de uma série de fatores. Enquanto isso não é possível, o legado é resgatado por torcedores como Zinho di Carvalho. Em um álbum compartilhado numa rede social estão dezenas de preciosidades 'garimpadas' por ele.

"O sentimento é de frustração e tristeza. O estádio estava sempre lotado, famílias inteiras iam torcer", avalia.

"O objetivo do álbum é resgatar a memória do nosso saudoso Umuarama Futebol Clube. As fotos foram enviadas por ex-jogadores e torcedores", explica.

Ex-jogadores

"Eita lembrança boa. Me fez voltar no tempo relembrar esse bom time de que fiz parte. Muito tempo sem nos encontramos. Leonel, Tiaca, Tonheca, Mão de Onça, Bergão, Cattani, Poleto, Dias, Serginho Gaúcho.. enfim, todos do elenco. Éramos todos amigos. Que postagem saudosa. Muito legal. Abraços a todos"- Reinado Gervasio de Souza (ex-jogador)

"Acho que o Tigrão não acabou, até porque está vivo dentro da gente. Sabemos que é difícil tocar futebol, mas tenho certeza que vai voltar"- Rosemberg Barbosa, zagueiro que defendeu o Coritiba no final dos anos 80

"Eu posso dizer que rodei o Brasil jogando futebol. Joguei no estado de São Paulo, Minas, Bahia, Mato Grosso, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, mais de 20 equipes, mas calor como o dessa torcida do Tigrão nunca senti. Umuarama está no meu sangue e na minha alma. Amo essa cidade, esse time. Quem sabe um dia vamos ver ele ressuscitar das cinzas. Volta Tigrão" - Marcio Ramos (ex-jogador)

"Foi ótima minha passagem pelo Tigrão, após ter sido campeão brasileiro pelo Coritiba (1985), ter atuado no Operário de Ponta Grossa e no Rio. Fui fui muito bem recebido na cidade, pelos dirigentes, população, companheiros e comissão técnica. Como havia sido campeão brasileiro no ano anterior, isso dava um certo status e todos queriam tirar fotos comigo, pegar autógrafos. Foi muito legal, muito bom mesmo o tempo que passei em Umuarama" - Eliseu Rolin de Moura (ex-jogador).