Copa de 1982

Copa de 1982
Lembranças da Copa do Mundo de 1982: veja o artigo que escrevi sobre o melhor mundial de todos os tempos

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

A tradicionalíssima Brianezi e sua lista antiga de times

por Ricardo Bucci
Ah! Se pudéssemos voltar no tempo...
Caríssimos amigos, colecionadores e leitores de "Botões para Sempre". Não resisti à tentação de escrever um artigo e apresento-lhes um pouco da vibrante Brianezi, cuja empresa foi pioneira nos botões chamados "oficiais". Uma pena que a Brianezi encerrou sua linha de produção de botões, em dezembro de 2001, muito motivada pela pressão dos clubes frente ao uso de imagem dos escudinhos e pelo próprio enfraquecimento do futebol de botão por causa dos jogos eletrônicos.
Bons tempos àqueles que podíamos fazer um pedido a domicílio ou mesmo frequentar a lojinha da Brianezi, que se localizava na Av. Álvaro Ramos, na esquina de uma "viela" sem saída, no Belenzinho, em São Paulo.
Bons tempos que no fundo dessa lojinha rolava campeonatos disputadíssimos, onde pais e filhos tinham um só objetivo: se divertir.
Bons tempos onde tínhamos a chance de adquirir, em qualquer loja de esporte, um jogo de botão "oficial". Pela pesquisa que realizei no site 'Empresas do Brasil', Paulo Brianezi, fundador da marca, registrou o nascimento da fábrica em 17 de agosto de 1972. No livro "Botoníssimo - O livro do Futebol de Mesa", de Ubirajara Bueno, nos idos de 1972, o fundador Paulo logo depois de confeccionar botões de forma caseira, industrializa o processo, usando acetato de celulóide importado do Japão. Já os botões, do tipo "tampa de relógio", são decorados com escudos e bandeiras. O resultado? Bingo! Um jogo com acabamento impecável. No estojinho desfilavam monstros sagrados do futebol de uma época mais 'romântica', digamos. A bolinha de lã era novidade. As mesas - chamadas de campos oficiais -, (que eu cresci chamando de "tábua") lembravam estádios reais como uma Fonte Nova, Castelão ou Maracanã. As palhetas eram coloridas (verdadeiras relíquias se hoje encontradas) e davam mais emoção ao jogo. Mediam cerca de 52mm de diâmetro e eram macias e flexíveis.
Apresento-lhes abaixo um catálogo de times produzidos na fase áurea da Brianezi. Ninguém produziu tantos times como a Brianezi. A coleção é extensa. No final dos anos 70 e início dos 80, a Brianezi vendia cerca de 250 times nacionais, internacionais e seleções. O CEUB - Centro de Ensino Unificado de Brasília (DF) era um time caçula dos concorrentes do Campeonato Nacional de 1973. Tinha apenas dois anos de existência e era formado por jovens valores e "cobras" do passado como Rildo, Oldair e Lumumba. Seu treinador era João Avelino e, nas mesas da Brianezi, o time se destacava pelas suas cores coloridas azul e amarelo. Outras agremiações do DF feitas pela Brianezi era o Colombo, campeão candango de 1971, e o inusitado Carioca. No estado do Ceará, a Brianezi produzia um dos times mais simpáticos do Nordeste: o Calouros do Ar. O "Tremendão da Aerolândia", carinhosamente chamado pelos torcedores do Calouros, foi fundado em 1952. O nome foi dado em homenagem ao conjunto musical da Base Aérea de Fortaleza (CE) e aos aspirantes a oficiais aviadores que chegavam todos anos à Base.
Tive na década de 80, e agora com muito custo e espera, consegui achá-lo novamente, um dos times mais conhecidos do mundo: o Cosmos, time em que o Rei do Futebol, Pelé, encerrou sua magistral carreira. O nome do clube foi idealizado pelo inglês Clive Toye, o primeiro diretor do clube. A inspiração veio do New York Mets, time de beisebol. Foi também por sugestão de Toye, que as cores iniciais do Cosmos fossem o verde e amarelo, em homenagem ao Brasil de 1970, tri-campeão da Copa do Mundo. O verde e o amarelo permaneceram até 1974, quando foram alterados para o branco e o verde, que foi usado até 1979. A partir de 1980, as cores passaram a ser o branco e o azul. A Brianezi produzia em maior porcentagem na fábrica o Cosmos em "amarelo com faixas verdes". Porém, existiam outras versões de cores. Exemplo: podíamos achar três cores de botões para a ex-Alemanha Oriental (branca, vermelha e amarela) e assim por diante com outros times.
Depois adquiri bons times da Brianezi que ainda hoje dão trabalho a qualquer outro botão fabricado artesanalmente. São eles: Brasil CBD, de 1979 (a CBD reinou no país até esse ano); Internacional, de 1978, Flamengo, de 1979, Manchester United, de 1980, onde tínhamos o número 9 que eu comentava que era o 'melhor do mundo', no botão, pois ainda ele joga uma "barbaridade"; Guarani, de 1981, Corinthians, de 1982 e centenas de outros comprados já numa "terceira fase", no final da década de 80.
Porém, o primeiro a gente nunca esquece. No começo de 1977 aparecia em minha casa o primeiro "Brianezi", comprado pelo meu pai e que era do meu irmão mais velho. Tratava-se do Clube do Remo, um dos grandes times da região Norte. Ficávamos encantados com o estojinho, o goleiro (que estampava o distintivo do clube), feito de 'pedra', a palheta ou "batedor" (que era colorida e tinha o azul como cor marcante) e a bolinha, que, por incrível que pareça, também era revestida de lã azul e branca, ou seja, as cores do 'Leão Azul do Norte'.
Aproveito abaixo também para ilustrar um pouco esse artigo com fotos de alguns Brianezi. Fico aqui no aguardo de comentários dos meus leitores na expectativa de encontrar pessoas que possam contar um pouco de seus Brianezi, principalmente, daqueles jogos da segunda fase da empresa, que compreende a fase de 'ouro' da Brianezi, isto já na segunda metade dos anos 70 e início da de 80, cujos botões eram encontrados nas lojas com aquelas "duas faixas" típicas, em celulóide. E é justamente dessa época que posto essa lista, feita pela própria Brianezi, e que continha uma centena de times nacionais, internacionais e seleções. 

Lista dos times produzidos pela Brianezi do período 1977-1986:
A caixa típica da fábrica, com a rara seleção albanesa de minha coleção
Acima, o New York Cosmos, final dos anos 70 e abaixo, o Brasil CBD 1979 e Manchester United 1980
Este Juventus da Mooca é seguramente o time mais ileso de minha coleção antiga. Nenhum risco, trinca, quebra, parece que foi fabricado ontem pela Brianezi. O goleiro de pedra, típico das primeiras gerações, que durou até esta época. A partir do final dos anos 80, a empresa optou por fazer goleiros sem os escudos dos clubes.
Palhetas coloridas e flexíveis: De 45 a 46mm de diâmetro, anos 70 que durou até 1986
Acima, o CEUB 1973, de Manchete Esportiva. Abaixo o raríssimo Piauí duas faixas:
 Acima, o Calouros do Ar, time que a Brianezi produzia. Abaixo, a formação da década de 50: A partir da esquerda (em pé): Edílson Araújo, Zezinho, Beto, Elder e Zuzinha. Na mesma ordem (agachados): Luciano, jandir, Jesus, Coité, Jairo e Pedrinho. Fonte: Coluna Tom Barros – Jornal Diário do Nordeste
O Nice da França: seguramente um dos mais difíceis times europeus da Brianezi de se encontrar.
Estados Unidos: segunda edição com o Porto Rico feito nos primórdios entre 1972-76
Brianezi produzidos entre 1987 até o fim do encerramento da linha, isto é, em 2001. Os de 1987 a 1996 são mais robustos e 'gordinhos'. Os de 1997 a 2001 são mais duros e rígidos.
Acima, o time do Remo de 1977, da Brianezi e abaixo, fotos, com crédito da Placar, em alta resolução do Clube do Remo, nos anos 70!
 Clube do Remo 1972
Clube do Remo 1973

37 comentários:

  1. Muito bacana o texto, parabéns!!! Nunca tive em minha coleção um time da brianezi. Joguei com eles apenas uma vez, na casa do meu primo. Ele havia ganho alguns botões antigos e entre eles havia dois jogadores da seleção brasileira, ainda do tempo da cbd. Da brianezi eu tinha apenas as duas traves oficiais que eram meu xodó. Infelizmente um dia elas quebraram.

    Show de bola o blog!!!

    Abraço!!!

    www.meustimesdebotao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu que agradeço, Flávio. Seu blog é nota dez e foi um dos primeiros que eu encontrei na net sobre botonismo. Recuperei parte de meus times da Gulliver a partir de seus escudinhos, simplesmente fantásticos. A lista de times de seu blog impressiona. Parabéns mesmo! Pretendo disponibilizar as carinhas em 24 mm dos Gullivers, da coleção que saía nas bancas em 1977-1978, já coloquei do Vitória, depois vem muitas novidades por aí!
    abração
    Ricardo

    ResponderExcluir
  3. Flávio, esqueci de comentar! Percebi que no seu blog você comenta muito sobre os times do PR. Eu tenho o Pinheiros, oficial, da Brianezi, datado da segunda metade dos anos 80. Em breve vou postar a foto dele, em sua homenagem, linkando sempre com alguma foto do time "posado".
    Abração
    Ricardo

    ResponderExcluir
  4. Caro Ricardo!!! Mais uma vez !!Parabens pelo texto!!!! Ficou ótimo!!! Dá até vontade de comprar os Brianezi novamente!!!!!
    Este seu time do Remo é maravilhoso!!!!!

    Abração Amigo!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Eu que agradeço Alessandro! Que legal que você gostou. Imagino quem tem um Força e Luz (RN), um Colombo (DF), um Ceub (DF), um Calouros do Ar (CE), um Itabaiana (SE), um Fast Clube (AM) e tantos outros times maravilhosos que essa empresa fazia!
    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu nome é Sandro, trabalhei na Brianezzi no ano de 1977, quando me mudei com meus pais pra Fortaleza. Tinha na época treze anos, e trabalha na área de acabamento e embalagem dos botões. Era muito divertido, porque víamos times que não eram conhecidos no eixo Rio-São Paulo. Tinha o Fast Clube e o Rio Negro de Manus, o Moto Clube e o Sampaio Correia de São Luis e o Remo e Paissandu de Belém. Isso sem falar de um time que acabava de aparecer em São Paulo na época, o SAAD q os botões eram azul e branco. Trabalhei justamente nessa época dos botões com faixa. Era tudo muito artesanal. Tinha um cara pra colocar os distintivos, outro pra colocar os número, depois ia pro esmalte incolor para a tinta não borrar o número e distintivo, depois a pintura, depois a lixa, para deixá-lo todo reto na base, depois lavagem e por último embalagem. Lembro q tinha mesas e mesas cheia de botões pintados e aquilo me deixava impressionado.

      Excluir
    2. Obrigado, Sandro pela participação. Muito legal seu relato, realmente a Brianezi só deixou saudades! abs

      Excluir
  6. Ricardo, gostaria de lhe parabenizar pelo blob, que traz a tona a história do Futebol de Mesa e que faz com que nos apaixonemos cada vez mais pelo esporte! Grande Abraço!!

    ResponderExcluir
  7. Eu que agradeço, amigo Sandes! Sou um eterno apaixonado pela história, seja ela qual for, do futebol, do futebol de botão, acredito que toda história necessita ser preservada. Pretendo mostrar um pouco do que eu conheci no botonismo.
    Ficava fascinado quando entrava numa loja e via uma pilha de jogos para se comprar. Mas estes tempos eles podem voltar de uma maneira ou de outra, é só a gente persistir e acreditar! Assim sendo o Futebol de Botão sempre terá seu merecido destaque!
    Agradeço bastante seu comentário
    abração
    Ricardo

    ResponderExcluir
  8. Puts Ricardo, se existe o modo de viajar no tempo sem sair do lugar foi vendo essa postagem, senssacional, parabéns pelo blog.

    Glauco Alan

    ResponderExcluir
  9. Muito obrigado, Glauco. Que legal que você gostou.
    Abs

    ResponderExcluir
  10. Lindos esses botões do leão azul, nosso querido clube do remo. Será que encontro ainda p/ comprar em sites na net?

    Paulo.

    ResponderExcluir
  11. Olá, Paulo. Muito obrigado pela participação. No site Mercado Livre às vezes encontramos algumas preciosidades antigas. Outra dica são as feiras de antiguidade. Abração, Ricardo

    ResponderExcluir
  12. Que nostálgico seu blog,parabéns ! O descobri pesquisando sobre formações antigas do meu querido Clube do Remo,e acabei me deparando com uma outra grande paixão:Meus jogos de botão.
    Um grande abraço,
    Leonardo Polaro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Leonardo, fico feliz que tenha gostado das fotos do Clube do Remo e da postagem. um grande Abs Ricardo

      Excluir
  13. Ricardo! Quando era jovem cheguei a comprar times Brianezi aqui em Fortaleza, o que me encantava era a palheta colorida. O tempo foi passando e não sei o motivo de eu não ter guardado aquelas palhetas. Gostaria de saber do amigo, onde é possível (se é que é possível) comprar as palhetas coloridas de alguém que ainda tem e não a quer mais. Me ajude!!
    Meu e-mail é: regis_eduardo2004@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  14. Caro Régis, obrigado por gostar do blog. Então, eu te indico o site Mercado Livre. De vez em quando é anunciado times da Brianezi com palheta colorida. Mas fique atento aos preços, pois os times que vinham com as palhetas é caro, pois data dos anos 70. As feiras de antiguidade também é possível achar, mas com muita sorte, pois é dificil. Já que você é de Fortaleza, não deixe de conferir postagem especial que fiz sobre o Calouros do Ar e o clássico - Rei. Obrigado,
    abs
    Ricardo

    ResponderExcluir
  15. Tenho uma extensa coleção de clubes e seleções, todos da chamada 'segunda geração', gostaria de poder mostrar fotos...tenho inclusive os mesmos Brasil (sem manchas do tempo, tá impecável)e Manchester...Tenho clubes como Paysandu, Flamengo, Fluminense, Inter-RS (igual da foto em cima tb), Guarani, Cruzeiro, entre outros e seleções como Argentina, Alemanha, França, União Soviética, Suécia, Iuguslávia...muita coisa, todos com as faixinhas na lateral...Nossa, perdi ou troquei tantos times, fora os q me roubaram, rss, senão a coleção seria ainda maior...tive são paulo, ponte preta, vasco, canadá, polônia, estados unidos, nossa, foram tantos q se foram, q pena, rs, mas muito legal ver q alguém ainda curte com tanto carinho como eu...meu contato é Leorico92@yahoo.com.br
    Abração, Leandro.

    ResponderExcluir
  16. Brianezi: foi a melhor!

    ResponderExcluir
  17. É UMA MÁGICA , ASSIM COMO AQUELE SOL DE FIM DE TARDE CAINDO PELA CIDADE POR ENTRE OS EDIFÍCIOS E CASAS DA MINHA QUERIDA BOA VISTA!
    É UMA LEMBRANÇA DAQUELAS PELADAS COM MEUS COLEGAS, ALI POR TRAZ DO COLÉGIO MANUEL BANDEIRA NA ILHA DO LEITE ENTRE 1988 E 1992 .
    E TUDO AINDA ESTÁ EM MINHAS MEMÓRIAS ,ASSIM COMO A POESIA DE UM JOGO DE BOTÃO NAS CALÇADAS OU EM CASA , NA CASA DOS AMIGOS OU NO CLUBE ,TUDO SÃO BOAS RECORDAÇÕES E MEU CORAÇÃO SE AMOLECE DIANTE DE TAIS LEMBRANÇAS .
    MEU RECIFE , O FUTEBOL , E MEUS AMIGOS ,OS GOLEIRINHOS E A LENDA DE UM MENINO SE FORJOU AO VENCER A TÃO DISPUTADA TAÇA VILAGE QUE REUNIA OS MELHORES DA RUA DOS JASMIM, RUA DOS PRAZERES ONDE EU NASCI ,RUA JOSE DE ALENCAR , COELHOS E DEMAIS LOCALIDADES .
    JOGANDO COM UM TIME DE PLÁSTICO DA MARCA GULIVER E REPRESENTANDO O IMORTAL DE PORTO ALEGRE EU ME TORNEI O PRIMEIRO E ÚNICO CAMPEÃO .
    COMO PRÊMIO OS ORGANIZADORES ,COMO NÃO TINHA COMPRADO A TAÇA DERAM ME O CAMPO DE PRESENTE .
    UMA DÉCADA DEPOIS ESTE VIROU FOGUEIRA .
    MINHA MÃE SERROU NO MEIO E O FINAL DAQUELA ERA FOI TRISTE .
    CONTUDO A PAIXÃO SÓ AUMENTOU E HOJE COM MEU FILHO DE 14 ANOS VIVEMOS UM "SONHO FUTEBOL" COM APOIO DA MINHA AMADA ESPOSA !
    ESTE É UM RELATO DE UM ALGUÉM QUE TEVE E TEM SUA VIDA SALVA GRAÇAS A DEUS E AO FUTEBOL !
    A TODOS DE BOTÕES PARA SEMPRE UM ABRAÇO DE GUSTAVO GUMARÃES OU MEMÓRIA DO FUTEBOL CONTADA EM CAIXINHAS DE FÓSFORO

    ResponderExcluir
  18. Parabéns pelo trabalho.
    Meu nome é Alessandro Silva, sou colecionador e fabricante de times de botão estilo Brianezi, inclusive estão anunciados no MercadoLivre. Gostaria de saber se você teria uma palheta de acetato colorida para vender, tenho muito interesse. Grato.

    ResponderExcluir
  19. Obrigado, Alessandro. Infelizmente não tenho, elas são muito flexíveis, as que tinha quebraram ou estão rachadas. abraço

    ResponderExcluir
  20. Este Calouros do Ar é belíssimo !

    ResponderExcluir
  21. companheiro, parabéns pelo blog. tem muita info legal alem dos botões.
    gostaria de uma ajuda. possuo vários botões ainda da minha infancia dos anos 80 que acredito serem gulliver e acho que brianezi do fuminense. tem como reconhecer por alguma marca, pois não possuo nenhuma caixa.
    obrigado

    ResponderExcluir
  22. pqp que saudade.... eu tinha uns 100 times..... perdi todos.... lembro que conseguia fazer campenato paulista, carioca, brasileiro, copa américa, eurocopa e copa do mundo..... a maioria das vezes jogava sozinho, narrando os jogos e imitando o delírio da torcida nas arquibancadas..... sabe se consigo compra novamente em algum lugar? no mercado livre cada time é 50 reais.... existe alguma marca que produza jogos de botão hoje em dia com qualidade?

    ResponderExcluir
  23. Olá, procure a Dallas Futebol de Mesa, que atualmente faz times no estilo 'tampa', botões oficiais. Abs

    ResponderExcluir
  24. Que bacana Ricardo, parabéns!!! Você tem alguma palheta colorida da Brianezi? Me email é: aleferreirabc@hotmail.com Grande abraço,
    Alexandre.

    ResponderExcluir
  25. Boa tarde, parabens pelo site, eu vi na lista o Velo club na Bolagol, é mesmo ? Você tem esse time ? Se tiver me mande uma foto.
    Obrigado
    marcoalexandrebianchi@gmail.com

    ResponderExcluir
  26. Peguei essa febre novamente ao conversar com colegas... Cheguei à ter quase cem times....era muito legal.

    ResponderExcluir
  27. Olá Ricardo e amigos, pesquisando sobre o assunto para adquirir uma mesa oficial de futebol de botões para meu filho de 7 anos que acaba de descobrir o hobby, e após mostrar a ele os dois times de futebol de botão da minha época de curtir essa modalidade, encontrei este magno blog o qual parabenizo pelo grande conteúdo e variedade no tema. Este blog me fez voltar 30 anos no tempo, pois na década de 80 tinha ( e tenho até hoje completos e preservados )dois times da Brianezi - Corinthians e Guarani, faltanto apenas a caixa ( lembro que era de plástico fino moldado branco e com tampa azul escuro com um grande visor de acetato transparente, infelizmente as caixas se estragaram, mas os conjuntos estão bem preservados. Por este blog pude resgatar o nome do fabricante inclusive, o que agradeço profundamente ). Que pena que a empresa fechou em 2001, vou tratar de providenciar uma caixa adequada para guardar esse raro material !!! Vou contar uma história rápida, eu tinha um campo fabricado artesanalmente, era uma espécie de caixa com o tampo em duratex e reforço de madeira de tal forma que se podia abrir como se fosse uma caixa de sapatos, só que mais fina, com dobradiças em um dos lados, onde eu guardava meus livros escolares. Após as lições, guardava o material e tirava os botões para jogar e treinar para as disputas com meus amigos. O campo tinha as medidas oficiais, com placar de 0 a 10 giratório confeccionado em material plástico que eu mesmo fiz, com duas janelinhas quadradas, dois discos giratórios e dois percevejos prendendo o conjunto. As traves eram coladas na mesa, se não me engano eram as grandes da Gulliver, que eram maiores e mais firmes para fixar. Infelizmente não tenho fotos desse campinho, era muito bom e passei bons momentos nele, tanto estudando em cima como jogando futebol de botão com colegas da escola. Agora vamos pesquisar as marcas e adquirir material similar ou melhor, pois eu era bom nisso, e como tal, quero qualidade no material...rsrsrs... Jogando com meu filho resgatei alguns lances, quem sabe não entro em forma de novo! Forte Abraço e mais uma vez parabéns pelo acervo, blog e dedicação em fazer esse trabalho!!! Renato Gigliotti/Eng.Adm e ferreomodelista

    ResponderExcluir
  28. Oi Renato! Agradeço seu depoimento, muito obrigado por gostar do site. Te agradeço pelas palavras positivas que me fazem a dar forças para continuar sempre o projeto vivo do mundo do botão, este amado esporte. Inseri acima a caixa azul, que era típica da Brianezi, para você lembrar. Veja com o time da Albânia. Sobre as mesas, eu comprei recentemente a mesa Olliver, de Petrópolis, que é a mesa de botão do país atualmente, que estampa a página inicial do blog. A mesa é linda e excelente. abs Ricardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa vida, era essa mesma...rsrsrs... veio a lembrança dos dois times na caixa agora... Obrigado mais uma vez e vou continuar navegando no blog, quero ler tudo !!! Forte Abraço/Renato Gigliotti

      Excluir
  29. Muito bom esse texto, e obrigado pela homenagem ao Leão Azul, o mais querido do norte.

    ResponderExcluir
  30. Eu trabalhei na Brianezi dos 15 aos 18 anos. Que saudades. Ela ficava na av. Alvaro Ramos, 930. Embalei muito jogo de botão.

    ResponderExcluir
  31. Obrigado, Flávio! Que legal! Sobrou algum time da Brianezi em sua coleção? Abs,

    ResponderExcluir