Copa de 1982

Copa de 1982
Lembranças da Copa do Mundo de 1982: veja o artigo que escrevi sobre o melhor mundial de todos os tempos

quarta-feira, 30 de março de 2016

PSV - Crakes 90´s

Mais um time que recebi de doação do meu irmão.
O belga Gerets, um dos melhores jogadores que vi atuar na Copa de 82
1988

terça-feira, 29 de março de 2016

Milan - ITA - Crakes - 90´s

Com escudo antigo 'diavolo'. Este time era do meu irmão. Mas ele me doou toda a coleção de cerca de 100 times para minha coleção, quando voltei no universo do botonismo em 2010. Vindo de uma pessoa especial e de família não tem preço nenhum neste mundo, diferente de comprarmos botões e brinquedos antigos com preços totalmente nefastos e fora da realidade, pois o que vemos por aí no mercado, especialmente na internet, na maioria dos casos, é uma verdadeira 'palhaçada' de preços falsos e absurdos. Esta é realidade. Isto é uma vergonha, como diz um colega meu jornalista. Mas como tudo na vida existe exceções, busco sempre o justo, correto e honesto. E não é que estou me dando bem, graças a Deus. Nos últimos sete meses comprei quase 90 times, todos com preços acessíveis e justos e que se enquadram na realidade de nosso país de terceiro mundo...Nação esta envolvida num mar de lama por todos os lados. E graças a Deus que a ficha caiu. E o negócio está esquentando...Ainda bem. Quem agradece é meu bolso. E vida que segue...
82-83
1979

segunda-feira, 28 de março de 2016

Norte/Nordeste: Duas paixões à mesa

Torneio recebe equipes inspiradas nos gramados e ainda times com personagens dos quadrinhos
Fonte: Caderno de Esportes do Jornal Diário do Nordeste/CE

sábado, 26 de março de 2016

sexta-feira, 25 de março de 2016

A história dos brinquedos e botões Jofer S/A Indústria e Comércio

Adquiri recentemente um jogo muito bonito e antigo da Jofer, aquisição esta feita a partir de uma troca. Aproveitei para pesquisar o número de CGC que vinha na respectiva caixinha para descobrirmos a data de fundação. A Jofer S/A iniciou em 21 de setembro de 1966, ou seja, no mesmo ano dos Bolagol, só que um mês após o nascimento da Indústria Santa Maria. Sua fabricação era diversa. A Jofer produzia artefatos de material plástico para uso pessoal e doméstico e seus brinquedos ficaram famosos no país inteiro. Mas, vamos dar destaque aos amados botões...
No final da década de 60, mais precisamente em 1969 e começo de 1970/1971, isto é, na primeira metade dos anos 70, a empresa deu destaque para a Coleção 'Craks da Pelota' (escrito exatamente desta forma nas caixas) com rostos coloridos de jogadores. Para a confecção das carinhas foi usado como base o álbum de figurinhas 'Artilheiros'. Porém, quem comprou botões nos anos 60 deve se lembrar da mesma Coleção com apenas o nome 'Craques da Pelota'. Esta já era encontrada em bancas de jornais, em 1966. Os botões eram vendidos como se fossem figurinhas, em pacotinhos. Foram lançados antes da produção dos rostos de jogadores do álbum 'Artilheiros'. A diferença é que vinha o escudo do lado do jogador e com fundos coloridos, diferentes do referido álbum, onde presenciávamos, no fundo, os estádios de futebol. Paralelamente a indústria também lançou botões nas bancas com o nome 'Ídolos do Futebol', acredito que a Editora Saravan também fez a mesma coisa, quem tiver informação real me passem, por favor. A arte vinha com rosto de jogador, fundo colorido e escudo, sem o nome do clube, apenas para diferenciar da 'Craques da Pelota'. Não podemos esquecer também da histórica Coleção Onze de Ouro. Mas esta, com certeza, a Editora Saravan produziu inicialmente, em 1964, em caixas padronizadas com o nome da Editora. Posteriormente a Jofer também produziu.
Nos anos 70, a empresa iniciava a produção de clubes brasileiros somente com o emblema dos times, para concorrer com duas fábricas: a Canindé, que nascia em 1969, e a Gulliver, que fez enorme sucesso com seus botões de brinquedos nas décadas de 70 e 80. Na caixa dos botões era possível encontrar a cartela do clube, uma travinha preta, o goleirinho, a palheta e a bolinha 'pastilha'. Na parte lateral da caixa o símbolo do time e o endereço da fábrica: Avenida Antonieta, em Guarulhos-SP. Havia também duas cores distintas de caixas: a azul e a vermelha.
Para o fabricante de botões Sérgio Fedato, o gosto de jogar botão deu-se início com os canoinhas e panelinhas da Estrela, por volta de 1969. "Logo me apaixonei pelo jogo e comecei a organizar meus próprios campeonatos, jogava sozinho e como só tinha uns quatro times paulistas, usava tampinhas de refrigerante para fazer os outros times", lembra. Daí a paixão pelos botões só aumentou. "Vieram os botões da extinta fábrica de Guarulhos, a Jofer. As peças tinham uma concepção bem bonita, de plástico transparente com 'tampinhas' por baixo e os times eram com fotos coloridas dos jogadores. Eu tinha os principais clubes de SP e do RJ, era o máximo", recorda Fedato. O colecionador salienta que seu irmão fez um campo comprando uma tábua na marcenaria. "Ficou show de bola, aí parei de jogar no chão e a coisa ficou mais legal ainda. Naquela época, os brinquedos não eram tão fáceis de serem comprados como hoje", relembra. Sua motivação aumentou ainda mais quando comprou figurinhas de jogadores e atualizava seus times com os novos jogadores.
O Guarani de Campinas da extinta e saudosa fábrica Jofer, feito nos anos 70. Na caixa com escudo aclopado e completíssimo, com todos os acessórios. Até a cartela está presente no fundo da caixinha, como lembrança. Incrível. Nota-se claramente que o antigo colecionador guardou com carinho este exemplar. Bela aquisição que entra para a minha coleção.
Reparem o símbolo da fábrica com o respectivo endereço.
Esta é a Craques da Pelota, de 1966. Esta coleção com o Botafogo encontrei por preço acessível, justo e honesto, diferente da grande maioria de preços absurdos e falsos, digamos assim, de botões que sempre foram baratos e que continuarão sendo 'para sempre', pelo menos para mim! A política de preços surreais e nefastos nunca mais fará parte de meu cotidiano como colecionador. Chega de pagar caro e de forma injusta. A realidade é outra. A ficha caiu. Graças a Deus.
Esta já é a coleção intitulada 'Craks da Pelota', escrito com ('Ks', no final), a partir de 1969-1970-1971, com foto de jogador retirada do álbum de figurinhas 'Artilheiros'. Também vinha com as caixas azuis idêntica do Guarani que adquiri. Reparem no nome da fábrica nos botões transparentes. Atrás dos mesmos, encontrávamos a tampinha ou 'chapinha' para prender os escudos.
As carinhas do álbum 'Artilheiros', que a Jofer confeccionou para sua coleção Craks da Pelota - 1971
O álbum histórico
Esta caixa vermelha a fábrica também lançou no mercado para a produção de times com botões de escudos.
Aqui vemos a Craques da Pelota, da Jofer, de 1966 e Onze de Ouro. Esta última coleção a Editora Saravan produziu inicialmente em 1964, posteriormente a Jofer também lançou.
Um brinquedo antigo produzido pela saudosa fábrica. Saudades e parabéns 'para sempre' para a Jofer!

quinta-feira, 24 de março de 2016

Coleção do Leitor

Times suíços da coleção particular do grande violonista brasileiro, Maurício Carrilho:
Lausanne original da Brianezi 'duas faixas', do período entre 1977-1986. Carrilho adora restaurar brinquedos e botões, tanto que o número 05 foi restaurado por pedaços de celulóide originais da própria fábrica Brianezi.
Grasshopper e Basel: Carrilho montou baseando-se na Champion, com papel por baixo, com arte da Brianezi antiga
O gigante Internacional da série Luxo da Brianezi, com cerca de 45/46mm...os botões mais raros da fábrica do Belenzinho são exatamente os luxuosos e grandes, tidos como especiais, que também eram de material importado de acetato de celulóide do Japão.

Fortaleza (CE) sedia I Campeonato Norte/NE de Futebol de Mesa

Sessenta e quatro competidores, de cinco estados, estarão na briga pelo título da competição que acontece neste fim de semana
Fonte: Caderno de Esportes do Jornal Diário do Nordeste/CE

quarta-feira, 23 de março de 2016

Troféu antigo para a coleção

Botões para Sempre apresenta seu novo Troféu 'Honra ao Mérito', recém-adquirido, super antigo 1970/80´s e conservado. Uma bela aquisição que, com certeza, celebrará as conquistas dos times de botão em seus diversos campeonatos. O primeiro clube que orgulhosamente sairá na foto oficial do título será verificado ainda na 2ª divisão do Campeonato Brasileiro de Oficiais. Aproveitei para colocar uma pequena etiqueta com o nome do blog e a paixão pelo futebol de botão, que é registrada em minha vida desde (since 1979). Seja bem-vindo Troféu 'Honra ao Mérito', revivendo a magia de campeonatos felizes, solitários e saudosos dos anos 70/80. Éramos felizes e não sabíamos. Saudades de um tempo que não volta mais...
O Troféu antigo ladeado pela Seleção Brasileira da Brianezi completa, uma das conquistas mais recentes que entrou para a coleção de 'Botões para Sempre' no final de fevereiro.

sexta-feira, 18 de março de 2016

Botões Big Boy

Brinquedos com sede em Itu-SP. Há mais de 26 anos no mercado. Abaixo os modelos de jogos de botões:

quarta-feira, 16 de março de 2016

Lote 18 - Mogi Mirim - Crakes 90´s

O Mogi Mirim, o tradicional 'Carrossel Caipira' da Jucrake, do começo de fabricação. Ou seja, a firma de Campinas começava a produzir em 1989, depois da extinção da marca Crak´s. Estes botões apresentam escudos resistentes, que saíam em 'água'. Todo pintado. Antigo. Hoje eles produzem com 'papel por baixo' dos botões. Todo o processo de fabricação mudou ao longo do tempo. Uma pena que não encontramos mais nas lojas botões de antigamente. Reforço para minha terceira divisão do Brasileiro. No lote todo que comprei este time veio de presente do vendedor, juntamente com o Novorizontino. 
1972
1985
80´s
1992 com Rivaldo
 Rivaldo e seu filho, juntos no Mogi

terça-feira, 15 de março de 2016

Lote 17 - Cosmos da Champion - 80´s

O lendário New York Cosmos, desta vez da Champion, na sua caixinha original, anos 80. Já é o terceiro time antigo do Cosmos que entra para a coleção: o primeiro foi da Brianezi 'duas faixas', que meu querido pai comprou em 1981 e que depois de muito tempo consegui recuperá-lo, em sua forma idêntica e original, em 2011. O segundo é o da Sportec, em sua caixa original maravilhosa, que adquiri por preço justo e honesto no fim do ano passado. E, agora, chegou o da Champion, juntamente com a seleção turca, novas aquisições da USA Sport, produtora dos Botões Champion, que não são mais fabricados.
Este é o da Sportec: intacto, preservado e totalmente incólume. Dificilmente aparecerá outro assim neste estado. Parece que foi fabricado ontem. Veio tudo, isto é, todos os acessórios que qualquer colecionador desejaria encontrar. Imaginaria se este exemplar que tenho da Sportec fosse anunciado, do jeito que está na foto, em sites de compra! Bom, não quero nem comentar mais e parar por aqui, pois o preço seria algo ESTRATOSFÉRICO e SURREAL. Ou seja, fora da realidade de nosso país. Brasil, vamos mostrar sua cara. E isto vale para tudo, desde a política, economia, sociedade e compras de objetos novos, antigos ou usados.
Este é o da Brianezi, campeão no começo de 2010 de minha Libertadores e da Final Intercontinental
Sua Majestade, o Rei Pelé!