Copa de 1982

Copa de 1982
Lembranças da Copa do Mundo de 1982: veja o artigo que escrevi sobre o melhor mundial de todos os tempos

domingo, 13 de março de 2016

Lote 15 - Coleções originais: Onze de Ouro e Craques da Pelota - 1960´s

A pergunta que eu faço: será que é necessário pagar tanto assim por estes objetos? Vire e mexe eu vejo alguns destes sendo vendidos por aí, dos anos 60. Sim, dos anos 60. Oh! Grande coisa que é dos anos 1960, 1970 ou 1980, 1990. Mesmo se fosse dos anos 50! Isto vale também para os Brianezi, Bolagol, Sportec, Estrela, Onze de Ouro, meu Deus, grande coisa...Muitas peças antigas, incluem-se botões antigos e brinquedos, são comprados por preços (diria) super acessíveis. Por incrível que pareça, em alguns casos saem até '1 real' por peça. Muitas peças são doadas em instituições de caridade: Autorama, Jogo de Botão e toda 'quinquilharia antiga' que vemos, em grande parte dos casos, serem vendidos por preços finais super inflacionados e injustos. Botões para Sempre não segue mais esta política. A ficha caiu já um tempinho. A realidade é outra. Não vivemos em país de Primeiro Mundo. Outra questão que eu levanto é a seguinte, esta é mais importante do que o objeto em si: será que todo colecionador, seja ele qual for, de selo, livros, postais, moedas, carrinhos, botões antigos, bonecos, toys e afins, tem que se 'esfolar' financeiramente para comprar tais peças? Por que eu tenho que gastar uma fortuna, se posso gastar bem menos? Todo colecionador deve ter loucuras para contar. Uma peça que ele deseja há muito tempo; alguns fazem loucuras financeiras para comprar algo que não sai de sua cabeça. Eu também tenho algumas histórias que aconteceram comigo. Já gastei muito em apenas um único jogo de botão. E não foi apenas em um time. Absurdo. Mas, graças a Deus, acendeu uma luz para eu analisar friamente o que se passa no mercado de antiguidades, especialmente de brinquedos que não são mais fabricados.
É para se analisar...e refletir....
Brasil, vamos mostrar a sua cara! Vamos abrir o olho para quem gosta de brincar e colecionar, assim como eu.
Craques da Pelota, do Botafogo - RJ, de 1966, coleção esta que saía em bancas de jornais. O colecionador comprava pacotinhos como se fosse figurinhas e ia formando seu time. Os botões Jofer, com chapinha de plástico por baixo, protegia os escudinhos, ou melhor, as 'carinhas' dos jogadores. Alguns times do interior foram feitos para esta coleção como XV de Piracicaba, Bragantino, Prudentina (clube extinto) etc. Para quem deseja conhecer mais a coleção, clique no respectivo marcador do blog.
Detalhe no Botafogo é a chapinha de cor amarela, que o ex-colecionador colocou no Jairzinho, diferente dos demais jogadores do Fogão. Esta chapinha de alguma cor específica, seja ela amarela, vermelha, azul, por baixo, era típica em duas coleções: Craques da Pelota, como este Botafogo, de Jairzinho e Ídolos do Futebol.
Mesmo processo das chapinhas com cores era verificado nos símbolos dos times como este America -RJ, da foto acima, que veio no lote. Tanto a Craques da Pelota como a Onze de Ouro produziu como bônus, escudos, não somente as carinhas, nos joguinhos completos dos times. Vinha um escudo por clube. Vemos também escudos de 'Placares' para o botonista montar e colocar como se fosse mesmo um placar de resultados das partidas.
Barbosinha do Vasco, da Onze de Ouro e Dudu, do Palmeiras, da coleção intitulada Craques da Pelota.
Jairzinho, o furacão da Copa de 1970

Nenhum comentário:

Postar um comentário